Guia sobre Clones de Maconha

Simplificando, a clonagem maconha é o processo de fazer uma cópia exata de sua planta de maconha, o que significa que você pode cultivar maconha sem ter de plantar uma semente.

Neste guia sobre como clonar plantas de cannabis vamos falar de tudo o que você precisa saber sobre a clonagem, as vantagens e desvantagens, o equipamento necessário e um guia com fotos passo a passo.

Você nunca vai ficar sem mudas novamente!

Por que a clonagem de cannabis é utilizada e como funciona?

A principal razão pela qual os cultivadores fazem clones de maconha é que assim garantimos uma planta fêmea. Muitos produtores clonam suas plantas de cannabis favoritas pois elas preservam e repetem as mesmas características da planta mãe.

É também uma ótima maneira de compartilhar genética com outros produtores. Em alguns dispensários de maconha medicinal é possível para o agricultor comprar mudas de uma certa genética desejada.

O que é um clone de maconha?

A clonagem de cannabis é o processo de fazer uma cópia menor uma planta cannabis específico. Basicamente, um clone é um pequeno pedaço da planta que foi cortada (um “galho”) a partir de uma planta-mãe e, em seguida, dada a oportunidade de fazer raízes por conta própria.

A clonagem é uma das maneiras mais fáceis e rápidas para os produtores de cannabis fazerem muitas mudas novas e gratuitas de uma só vez!

A clonagem é uma forma de propagação de plantas através da reprodução assexuada para criar uma copia genética exata da planta que foi clonada.

Vantagens

  • Tempo reduzido para ter uma planta madura.
  • Você não precisa de luzes de alta potência para começar clones, lâmpadas fluorescentes funcionam muito bem para os clones.
  • Já que são cópias genéticas, os clones serão todos do mesmo sexo. (Fêmeas, por favor!)
  • Os clones de cannabis crescem todos no mesmo ritmo e isso é perfeito para técnicas de controle de crescimento como SOG (Sea of Green) ou SGROG (tela verde).
  • Você pode clonar a partir de um clone. Na verdade, é uma boa prática para substituir a planta-mãe depois de um ano.
  • Custo reduzido por não necessitar de comprar sementes.

Desvantagens

  • Os clones são menos resistentes a doenças e pragas devido ao trauma que um clone tem que se submeter a tornar-se uma planta.
  • Você precisa de pelo menos três áreas de cultivo diferentes, uma para os clones, uma para o estado vegetativo e outra para a floração.
  • Algumas plantas são muito difíceis para clonar ou apenas não é possível. Como certos híbridos instáveis, Sativa com propriedades de floração precoce, ou a Ruderalis com propriedades auto-florescentes.
  • Se planta mãe não tiver passado pela floração, você não pode ter certeza de que características da planta vai ter.
  • Limita sua seleção sobre a genética e tipos fenotipos.

Como fazer um clone de maconha

Guia com fotos passo a passo de como produzir mudas de maconha.

Escolha a planta mãe

A melhor planta do seu grow, a sua favorita ou a mais bonita. Escolha uma planta fêmea saudável que esteja em pré-floração com pelo menos 6 nós ou 4 semanas de idade como o doadora.

Escolher uma boa planta mãe é essencial para o processo de clonagem.

Não faz muito sentido imortalizar uma genética (ou expandir pelo menos muito o seu tempo de vida natural), a menos que você veja um valor nessa variedade.

Produtores e growers geralmente selecionam plantas mães com base na produtividade, sabor, efeito, altura, taxa de crescimento, energia e tempo de floração. Outras características também podem ser buscadas como altos níveis de CBD (cada vez mais populares no mundo da medicina) ou tolerância ao frio, para os produtores das áreas frias.

Quando as plantas são cultivadas a partir de sementes, é impossível saber como elas vão se transformar em uma mãe potencial, se ela não chegar a floração. Portanto, as mudas devem ser removidas a partir de plantas crescidas a partir de sementes que levam semanas de período de crescimento. Então, esses cortes criam raizes e são imediatamente submetidos a um ciclo de luz 12/12 para induzir a floração.

Em seguida, as mães das mudas mais promissoras podem ser mantidas as condições de crescimento permanentemente vegetativo para obter mais cortes.

Alguns produtores gostam de fazer mudas de todas as suas plantas (antes da floração) como uma questão de rotina, especialmente se for um lote de plantas a partir de sementes.

Preparação de mudas, como e quando fazer o corte

Embora seja possível fazer um corte a partir de uma planta com flor, aconselhamos que seja feito logo antes do pé de maconha apresentar flores definitivas.

Você vai precisar de:

  1. A planta mãe, tesoura ou tesouras de poda, uma lâmina de barbear ou bisturi limpo e nítido.
  2. Uma superfície de corte, tal como um tabuleiro de cozimento de silicone ou prato de cerâmica.
  3. Um copo ou cheio de água morna.
  4. Um meio de cultura como blocos de lã de rocha (também chamado substrato)
  5. Um gel potenciador ou em pó de enraizamento (encontrado em growshops)

Primeiro, coloque os blocos de enraizamento de molho em água por até quinze minutos para se certificar que eles estão saturados. É aconselhável ajustar o pH da água em torno de 6,0-6,5 antes da imersão dos blocos. 

Como fazer o corte

Para tirar uma corte, precisa de um limpo, lâmina afiada, bisturi ou tesoura afiada. Esterilizar a ponta em álcool.

Faça um corte em um ângulo de 45 graus. Escolha um galho verde bastante baixo na planta com 2 ou 3 nós. Evite ramos lenhosos.

Usando a navalha cortar o galho em um ângulo diagonal sobre ¼ de polegada (5-10 mm) abaixo de um nó.

Deixe apenas 2 folhas normais pequenas como na foto. Isso será mais que suficiente para a planta sobreviver e fazer a fotosíntese. Se uma folha comoçar a secar corte-a para que a planta não gaste energia a toa.

Coloque no substrato

Mergulhe o corte em no gel enraizador, certificando-se de cobrir cerca de 1 cm a partir da extremidade inferior da haste.

Remova o excesso de água presionando ligeiramente o substrato, para permanecer úmido, mas não encharcado.

Inserir a extremidade do tronco coberto com hormônios de enraizamento (gel ou pó) dentro do bloco a uma profundidade de 3-4 cm.

Coloque essas mudas que acabou de criar em um lugar fechado úmido como uma mini estufa.

Se as condições certas persistirem, em 2-3 semanas, todas as mudas devem ter raízes visíveis salientes dos blocos de enraizamento, e estar pronto para transplante.

Manutenção das mudas de maconha

Como regra geral, as mudas devem ser mantidas a uma temperatura constante de 20°C e 26°C, e uma humidade relativa de 90-100%. A umidade relativa (UR) pode ser reduzida um pouco após os primeiros dois ou três dias, mas você nunca deve perder 60-70%.

A planta de cannabis exige condições específicas, se queremos que a clonagem seja bem sucedida. Além disso, os três principais subtipos de cannabis, informalmente conhecidos como “sativa”, “Indica” e “ruderalis” podem variar um pouco suas exigências.

Como a maioria das variedades comerciais são agora amplamente hibridas e sua linhagem genética é incerta, a melhor maneira de atender às necessidades individuais de uma variedade específica pode ser por tentativa e erro. Prepare-se para perder clones, até ter certeza das necessidades da sua variedade.

Humidade, temperatura e mofo

Cannabis tende a apodrecer rápido quando mal cuidada, devemos ter muito cuidado para evitar mofo, mantendo os níveis de umidade alta o suficiente para que os tecidos permaneçam adequadamente hidratados porém sem afoga-los.

Mantenha a umidade elevada e uma temperatura constante, de baixa a moderada. 

Assim você oferece as condições perfeitas para o broto de maconha aparecer. Manter uma boa circulação de ar (geralmente, uma pequena ventoinha será suficiente) ajuda a combater este problema, removendo o ar saturado e fornecendo fresca e limpa frágeis caules e folhas de ar.

A clonagem de plantas de cannabis com sucesso é um dos aspectos mais difíceis de para os cultivadores de maconha iniciantes e até mesmo para aqueles que têm anos de experiência pode permanecer delicada.

Seguindo essas recomendações geralmente traz bons resultados, mas tentativa e erro ainda é a melhor maneira de se familiarizar com as produção de mudas de maconha.